Escolas contra o Aedes aegypti

De olho no futuro: o MEC irá premiar os melhores vídeos sobre o combate ao Aedes aegypti em escolas (Crédito: Alexandre Carvalho/Divulgação)
Iniciativa do MEC mostra pra criançada que nunca é cedo demais para se prevenir contra o mosquito transmissor da dengue, Zika e chikungunya

O Ministério da Educação (MEC) está recebendo inscrições para o concurso Pesquisar e Conhecer para Combater o Aedes aegypti. O objetivo da iniciativa é dar visibilidade a ações de controle da população selvagem do Aedes aegypti que estejam acontecendo dentro de escolas brasileiras. As inscrições podem ser feitas até o dia 31 de maio.

O concurso funciona assim: os participantes devem enviar um vídeo de até um minuto e meio de duração apresentando como aquela escola tem combatido a presença do vetor da dengue, Zika e chikungunya. O vídeo deve ser feito com celular ou câmeras fotográficas domésticas e realizado por uma equipe que envolva um educador e, no máximo, três alunos.  O MEC ressalta que a criatividade na hora de retratar o tema do vídeo é um dos critérios que será levado em conta na avaliação. Para participar, o vídeo deve estar postado no Youtube. Para se inscrever é preciso preencher um formulário online.

(Crédito: Alexandre Carvalho/Divulgação)
(Crédito: Alexandre Carvalho/Divulgação)

As inscrições são divididas em duas categorias, rede pública e rede privada de ensino. Segundo o regulamento do edital, cada escola pode inscrever apenas um vídeo em cada categoria e nível do concurso.

Uma comissão julgadora escolherá  os vencedores da etapa regional do concurso, que receberão certificados do MEC como prêmio. Eles concorrem então na etapa nacional, que também terá vencedores eleitos por júri popular. Os vencedores serão anunciados até 7 de julho, e receberão ao fim certificados e participarão de um curso de formação que acontecerá em Brasília.