Índice de apoio ao Aedes do Bem™! chega a 92,8% em Piracicaba

Duas entidades piracicabanas: o Rio Piracicaba e o Engenho.  Apoio é reconhecimento popular da eficácia e segurança do Aedes do Bem™!  (Foto: Alexandre Carvalho/Divulgação)
Duas entidades piracicabanas: o Rio Piracicaba e o Engenho. Apoio é reconhecimento popular da eficácia e segurança do Aedes do Bem™! (Foto: Alexandre Carvalho/Divulgação)
Moradores aprovam solução que combate o transmissor de dengue, Zika e chikungunya

O uso do Aedes do Bem™!, o mosquito geneticamente modificado que combate o inseto transmissor de dengue, Zika e chikungunya, atingiu neste mês o apoio de 92,8% dos moradores de Piracicaba, cidade onde essa solução está sendo implementada.

Esse é o número mais recente da pesquisa de opinião realizada sobre o projeto, que já é conhecido por 97,6% dos piracicabanos. O levantamento, realizado pelo CW7 Instituto de Pesquisas, foi realizado entre os dias 1 e 7 de novembro de 2016, período durante o qual foram entrevistadas 1.200 pessoas sobre o assunto.

“O aumento da popularidade do Aedes do Bem™! em Piracicaba é reflexo do árduo trabalho realizado por agentes de saúde e pela equipe da Oxitec explicando o que é e como funciona o nosso mosquito, mas não só”, afirma Glen Slade, diretor da Oxitec do Brasil, empresa que produz o Aedes do Bem™!. “Esse alto índice de aprovação é também fruto dos benefícios que essa solução traz ao povo de Piracicaba, incluindo a redução na população do Aedes aegypti selvagem e uma queda significativa no número de casos de dengue, relatada pela Vigilância Epidemiológica de Piracicaba em julho de 2016”.

Gráfico com a evolução do apoio ao Aedes do Bem™! em Piracicaba
Gráfico com a evolução do apoio ao Aedes do Bem™! em Piracicaba

O bairro onde a incidência de dengue foi reduzida de forma mais acentuada é o CECAP/Eldorado, uma área com 5.000 habitantes na região leste de Piracicaba, onde mosquitos Aedes do Bem™! são liberados desde abril de 2015. De um ano para outro, o número de casos de dengue caiu de 133 para apenas 12, uma redução de 91% em incidência.

O sucesso na redução de larvas selvagens de Aedes aegypti no CECAP/Eldorado fez com que a Prefeitura expandisse o projeto para a região central da cidade, beneficiando mais 60 mil pessoas. A área vem sendo tratada com os mosquitos geneticamente modificados desde julho de 2016, o que fez com que um número ainda maior de pessoas passasse a conhecer o Aedes do Bem™! .

Os novos dados da pesquisa de opinião indicam que a popularidade do Aedes do Bem™! aumenta à medida que as pessoas percebem os resultados obtidos com ele no combate ao mosquito transmissor da dengue, Zika e chikungunya. Antes de a pesquisa mais recente mostrar uma taxa de 92,8%, um levantamento anterior, feito em junho de 2016, mostrava uma taxa de 88,3%.